O objetivo deste post é demonstrar como funcionam e são classificados os agentes utilizados para build e release no Azure DevOps.

Primeiros passos…

Pra começar é preciso entender que os agentes estão diretamente associados aos pipelines de build e release, ou melhor, a execução dos passos definidos em um pipeline só é possível graças aos agentes.

Mas o que é um agente?

Um agente, nada mais é do que uma ferramenta instalada em um servidor que será responsável pela execução dos passos definidos para a realização de uma compilação e/ou deploy.

Traduzindo, é ele que executa o build e/ou o deploy.

O Azure DevOps conta com alguns tipos de agente, divididos entre hosted e selfhosted

Agentes Hosted (hospedados pela Microsoft)

Os agentes Hosteds são mantidos pela própria Microsoft, através de infraestrutura própria.

Eles estão disponiveis no grupo de agentes, o Agent Pool Azure Pipelines.

Temos agentes disponíveis instalados em ambientes Windows, Linux e Mac.

Usando o agentes Hosted, hospedado pela Microsoft não é preciso de preocupar com a manutenção dos equipamentos, com a instalação de dependências, pois todo esse processo é de responsabilidade da própria Microsoft.

Toda organização DevOps, tem disponiveis por mês 1800 minutos de utilização dos agentes Hosteds.

Se for preciso a utilização de mais tempo mensal par a execução dos pipelines ou mesmo paralelizar as execuções, é possível fazer a contratação de novos agentes Hosteds.

Agentes Self Hosted (hospedados pelo próprio cliente em seus servidores)

Os agentes Self Hosted são instalados no próprio ambiente do cliente.

Podem ser instalados em maquinas virtuais, servidores físicos, datacenters de terceiros com sistemas operacionais Windows, Linux e MacOs e partir dai ficam disponíveis para a execução dos pipelines.

Através da utilização de agentes Selft Hosteds é possível criar ambientes específicos, permitindo por exemplo a execução do processo de compilação de aplicações que são desenvolvidas em tecnologias consideradas legado, como por exemplo Visual Basic 6, Delphi 4 e por ai vai.

Vale lembrar que a partir da opção de utilização de agentes selft hosted, a manutenção, atualização e instalação de dependências passa a ser de total responsabilidade do cliente.

Assim como o agente Hosted, toda organização DevOps tem direito a instalação de um agente Self Hosted de forma gratuita. A partir da necessidade de novos agentes é preciso fazer a aquisição.

Agentes de Deployment Group (hospedados pelo próprio cliente em seus servidores)

Os agentes de Deployment Group seguem o mesmo principio dos Selft Hosted, alias eles também precisam ser instalados nos servidores do cliente.

Porém sua utilização é voltada para o processo de deploy, através de sua utilização criamos formas especificas para a realização dos deploy diretamente nos servidores de aplicação, permitindo a utilização exclusiva e deixando os agentes de build liberados especificamente para o processo de compilação.

Resumindo…

O Azure DevOps nos dá a possibilidade de utilizar vários modelos de execução no processo de build e release. Seja utilizando os próprios agentes da Microsoft, seja utilizando agentes em sua própria infraestrutura ou simplesmente fazendo uso de um pouco dos dois formatos.

Quem vai determinar qual ou quais modelos utilizar serão as suas necessidades especificas.

Para saber mais detalhes, assista o vídeo que publicamos no canal da Konia no You Tube.

É isso ai pessoal!

Espero ter ajudado.

Abraço e até a próxima.