O objetivo desta postagem é explicar de forma rápida o que é, e algumas possibilidades de utilização do Microsoft Application Insights.

Mas afinal, o que é o Application Insights?

Trata-se de mais uma das ferramentas que compõe o pacote de serviços em nuvem da Microsoft, o Microsoft Azure. É uma ferramenta que integra o conjunto de features do Azure Monitor.

Seu objetivo é através da instrumentação de uma determinada aplicação fazer a monitoria de forma completa.

Coletando desde de números de requisições ao serviço, passando por diagnósticos realizados ao vivo, rastreamento do mapa da aplicação e muito mais..

Por que usar o Microsoft Application Insights?

Simplesmente pela possibilidade de poder monitorar o desempenho de uma aplicação em diversos níveis desde a fase de desenvolvimento da mesma, chegando ao monitoramento em produção. Contemplando uma prática que embora seja conhecida mente recomendada, não necessariamente é comumente utilizada.

E os motivos para isso vao da falta de conhecimento a simples falta de preocupação em coletar informações, gerar métricas e indicadores pensando no próprio processo de evolução de uma aplicação.

Onde posso utilizar o Microsoft Application Insights?

É possível utilizar o Application Insights em aplicações desenvolvidas com tecnologias como .Net Framework, .Net Core, Node JS, PHP entre outras.

Nativamente em aplicações hospedadas em web app nos Azure é possível habilitar recursos básicos de monitoria e através da instrumentação da aplicação estendemos ainda mais a capacidade de levantamento de informações e acompanhamento em tempo real do desempenho.

Outro ponto interessante é a que a monitoria de uma aplicação com o Microsoft Application Insights pode ser feita também em ambientes locais, não se limitando a recursos dentro dos domínios da Microsoft.

Além de ser possível fazer o acompanhamento de alguns dos indicadores gerados, de forma integrada ao Microsoft Azure DevOps.

Concluindo

Monitorar sua aplicação é mais preciso, eu diria que é essencial. E uma ótima forma de iniciar esse tipo de prática e fazer uso do Application Insights.

Fiquem atentos, em breve traremos alguns exemplos de utilização da ferramenta.

Espero ter ajudado.

Abraço e até a próxima.