Você realmente conhece seus clientes? Diferencie-se e torne-se um elemento chave entre o cliente e o software! Leia nosso artigo e entenda.

Nós profissionais de TI temos a arte de desenvolver, testar, documentar, gerenciar e até arquitetar um software, mas levantarei uma pauta sobre o profissional engajado no que o software foi designado a fazer, em sua funcionalidade. Aqui não vou falar sobre técnica, mas sim a qual área e para quais profissionais ele foi feito!

Os profissionais de TI não são apenas restritos a programação, em fazer funcionar, eles são considerados profissionais com conhecimento básico a intermediário e às vezes até avançado em diversas áreas de tecnologia e sabe o por quê? Todo esse conhecimento é utilizado para que o seu software tenha a melhor qualidade possível pensando no usuário/profissional de qualquer área!

O pensamento mais sensato é que nenhum profissional/usuário tenha que ter conhecimentos avançados em TI para utilizar um software para trabalhar, mas um profissional deve ter conhecimentos de áreas diversas para que o profissional/usuário desfrute do software e que tenha uma boa usabilidade. Entender da regra de negócio torna o profissional do TI mais humano, pensando exatamente em quem vai desfrutar do seu software, e é isso que o torna diferente de muitos outros profissionais da área.

Mas o que é a Regra de Negócio?

De modo geral, a regra de negócio é um conjunto de regras técnicas e lógicas que uma empresa deve seguir de acordo com sua área. Por meio dessas regras o funcionamento da empresa é definido. Exemplo: Para ser realizado uma venda, o vendedor lança os produtos no sistema, cada um deles deve possuir um código de barras, ncm, imposto sobre o produto, um CFOP entre outras regras, após identificar os produtos consumidos o vendedor devera gerar uma nota fiscal e dar entrada na forma de pagamento que será feita. Sem essas regras uma venda não estará correta perante as legislações correndo a empresa risco de ser multada.

Hoje em dia um profissional com tal conhecimento é um diferencial para muitas empresas, ainda mais com o fato das empresas lidar com metodologias ágeis onde se prega uma rápida adaptação ao processo, sendo que normalmente o que faltam em muitos profissionais hoje em dia não é conhecimento técnico e sim conhecimento do negócio.

Vamos exemplificar algumas áreas que necessitam de melhor atenção na regra de negócios:

• Contabilidade

• Logistica

• Juridica

• Area da Saúde

• Comercial

• Engenharia

Essas são áreas com conhecimentos específicos e que muitas vezes demoram para serem dominados. O conhecimento sempre agregará em qualquer área, por isso nenhum será desperdiçado.


Resumindo, eu desafio você, profissional de TI a conhecer mais o mundo de seus clientes e de outras áreas que lhe pareça interessante. Agregue seu conhecimento e seja o elemento chave entre o cliente e o software!